Loading...

segunda-feira, 31 de dezembro de 2007

Para 2008 sigam o exemplo do "seu Dico"



Entusiasmo e dedicação revelam a personalidade do triatleta de 72 anos, Adir Buschmann, único brasileiro classificado na categoria de 70 a 99 anos para participar do Mundial de Ironman, que aconteceu no dia 16 de outubro, na ilha de Kailua-Kona, no Havaí, Estados Unidos. A competição é disputada anualmente por aproximadamente 1500 atletas.

Seu Dico, como é conhecido em Porto União, onde mora, em Santa Catarina, é um dos triatletas mais idosos do mundo. No Ironman Brasil Telecom, prova que classificou 50 atletas em Florianópolis, no dia 29 de maio de 2004 para participar do Ironman no Havaí, somente ele foi classificado na categoria Masculino de 70 a 99 anos, chamada de M7099.

Esse resultado só é possível com muito treino, e isso é o que não falta na sua rotina, carregada de energia. Buschmann realiza, diariamente, 30 a 100 quilómetros de ciclismo, dois a três quilómetros de natação e 05 a 20 kms de corrida. “Faço um triathlon por dia”, conta. “Eu inventei meu tipo de corrida e meu tipo de alimentação”, explica. Esse é outro aspecto que denuncia suas particularidades. Seu Dico não tem nenhuma orientação nutricional, psicológica ou de treino e, no entanto, das sete provas de Ironman que participou, venceu seis.

Parece que ele recarrega as baterias a cada segundo, pois sempre está se movimentando. Como é comerciante, aproveita as horas em que confecciona redes de pesca, para dar umas pedaladas na bicicleta ergonómica. “Posso não ser melhor, mas sou o mais dedicado dos atletas que existem”, brinca. Seu Dico diz ter disposição o suficiente para treinar e trabalhar o dia todo e ainda não ter vontade de dormir, às 01h00 da madrugada. “Há duas coisas que eu tenho demais: idade e energia”, diverte-se. Nos dias de chuva, quando não pode treinar, fica subindo e descendo as escadas de seu estabelecimento comercial. “Subo e desço 35 degraus umas trezentas vezes quando chove”, revela.

Sua paixão pelo triathlon surgiu quando tinha quase 60 anos. Até essa idade era jogador de futebol, mas se machucou e começou a fazer ciclismo, por determinação médica. Foi então incentivado a participar de uma competição de triathlon e gostou da idéia. “Tenho biótipo de atleta, é de natureza, um dom, a pessoa tem que usufruir o que possui”, acredita. Uma história como a de Adir não poderia passar desapercebida.

Veja uma entrevista, em vídeo, feita com Adir Buschmann, após o Ironman Brasil Telecom 2004, clicando aqui. Aguarde alguns minutos até que o vídeo carregue automaticamente por completo.

in http://www.ironmanbrasil.com.br/br/noticia_detalhe.asp?cod_clipping=1161&cod_cliente=24

domingo, 30 de dezembro de 2007

Boas entradas!

Olá pessoal (como se fossem muitos a verem este blogue...)

Pensava que era hoje que recomeçava a actividade física, mas afinal ainda não é desta, segundo o cirurgião que me operou e me retirou hoje alguns pontos, tenho de voltar na quinta-feira para tirar os restantes e até lá pouco esforço.

Assim prolongamos este período sabático de engorda e tentamos arranjar motivação para o próximo ano, não só a nível desportivo como também a todos os outros (bem mais importantes).

Espero que as remodelações no blogue cumpram o objectivo e tragam mais leitores e o que é mais importante contribua para que haja interacção entre malta do desporto e que alguém se anime a treinar para um Ironman (que eu gostava de ter um companheiro de treino, nem que seja à distancia).

Gostava também de agradecer ao Dani de cujo blogue sou leitor assíduo e que muitas vezes é a minha principal fonte de inspiração (é bom saber que não somos os únicos com estas manias…) e que faz o favor de acompanhar o blogue e deixar os seus comentários. Gracias y fuerza para el próximo año, a ver si te animas a ir al Ironcat (porque sigo sin saber si ya has hecho algún Ironman?).

Boas entradas e que 2008 traga tudo o que desejam!!!

Rustman

sexta-feira, 28 de dezembro de 2007

What it takes to be a Triathlete

Aqui fica um videozito para motivar e parece que vai haver continuação...

quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

treino da semana : OU NÃO...

Pois é pessoal, a verdade é que há quase 15 dias que não faço desporto, primeiro foi um tendinite (creio eu) na planta do pé e depois uma monumental constipação e como amanhã vou ser operado (coisa simples) com anestesia geral e o período de recuperação nunca será menos de 15 dias, lá se vai a forma (ou o pouco que havia). Esperemos que em Janeiro possa regressar em força!... Que o Iroman é já em Maio!

Um abraço e bons treinos,

Rustman

terça-feira, 11 de dezembro de 2007

treino da semana

Boas,

Foi uma semana de férias e lesões, assim que de treino, pouco...

3 a 8 Dez
2ª programado
Realizado 25´ c. suave 25´
3ª programado
Realizado 30´c. suave 30´
4ª programado
Realizado Passeio BTT 30´ 30
5ª programado
Realizado
6ª programado
Realizado M: Passeio BTT 30´ T: golfe(9 buracos) 120´ 150´
sab programado
Realizado
dom Programado
Realizado
TEMPO TOTAL DA SEMANA 235´

sexta-feira, 7 de dezembro de 2007

SPEED GOLFE

Boas,

Aqui fica um novo desporto (que de novo não tem nada uma vez que foi inventado em 1979): o Speed golfe.

Uma das coisas que o golfe tem de mal para mim é que uma pessoa passa quase quatro horas de pé atrás da bola, mas não consegue um gasto calórico que justifique tamanha canseira. Foi com surpresa que li uma reportagem na Sportlife espanhola de Dezembro uma reportagem sobre o Speed golfe. Esta variante foi inventada pelo antigo recordista americano da milha, Steve Scott.

A pontuação estabelece-se somando o tempo de jogo (minutos e segundos) que cada jogador leva a percorrer os 18 buracos ao número de pancadas. No primeiro jogo que fez o Steve Scott demorou 29 minutos e 95 pancadas o que deu um total de 134 pontos (ou seja, o tipo para além de correr muito, não jogava mal!).

Existe inclusive, a Internatinal Speed Golf Association.

Aqui fica uma ideia para o pessoal do golfe.

Bons treinos.

speed golf NZ!!!

aqui ficam umas imagens radicais!

quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

treino radical

Boas,

Aqui fica um treino diferente que li no jornal Marca de 4 de Dezembro, feito pela equipa profissional de ciclismo CSC pensando já no Tour de 2008, cujo director desportivo é um senhor chamado Bjarne Rijs e que concentrou a sua equipa (mecânicos, massagistas e outro pessoal incluídos) na Noruega durante três dias, para um estágio em tendas de campanha (as temperaturas rondavam os -15ºC!) e durante este tempo tiveram que andar em esquis, quando a maioria não sabia sequer o que era esquiar e levar “ás costas” todo o material necessário para sobreviver esses três dias. Ao que parece a técnica desta equipa é colocar todos em situações limite de forma a desenvolver a união entre os vários elementos, noutro ano foram largados ao mar em pleno Atlântico para que em grupo tentassem chegar a terra a nado, escusado será dizer que também aí houve quem não soubesse nadar e quase que houve desgraças!

Quando se pensa em ciclismo, quase sempre se pensa em treino altamente cientifico e muito doping, mas aqui fica outra visão, radical…

Bons treinos.

terça-feira, 4 de dezembro de 2007

treino da semana

Boas,

A semana anterior foi fraquinha a nível de treino, estive num congresso e houve mais copos do que tempo e vontade para treinar.

Aqui fica a miséria.

26 Nov a 2 Dez
2ª programado
Realizado 45´natação 45´
3ª programado
Realizado
4ª programado
Realizado 50´natação 60´
5ª programado
Realizado 30´rolos + 10´c.viva 40´
6ª programado
Realizado
sab programado
Realizado
dom Programado
Realizado 30´c. suave + 5 x 300m (Rampa) 45´
TEMPO TOTAL DA SEMANA 190´