Loading...

domingo, 30 de janeiro de 2011

Um exemplo a seguir...

Adapatado de um texto de Ricardo Lemos:

"No passado Sábado, dia 21 de Janeiro de 2011, ocorreu a Gala da Associação Europeia de Atletismo Veterano, esta foi realizada em Atenas, nas instalações do Estádio Olímpico Panathenaic, onde ocorreram os primeiros Jogos Olímpicos da era moderna em 1896 e onde se realizaram os últimos da antiguidade.



Adriano Gomes distinguido internacionalmente pela EVAA em Atenas



Nessa mesma cerimónia restrita, foi pela primeira vez na história homenageado um atleta português com Adriano Gomes a receber o Troféu de Fair Play da época 2010, passando desde agora e para sempre, a constar o seu nome no Quadro de Honra da EVAA. Esta é uma distinção dada pelo mais alto nível do Atletismo Veterano Europeu, que contou com todos os elementos do Conselho da Direcção da EVAA.

Adriano Gomes, recebeu este prestigiado prémio europeu devido ao comportamento de honra e excepção que protagonizou aquando o último Campeonato da Europa de Ar Livre, realizado na Hungria, na cidade de Nyíregyháza em Julho passado.

Nos campeonatos internacionais de masters, embora não existam mínimos de participação e qualquer um se possa inscrever e participar, existem mínimos de classificação, e só os obtendo os atletas têm acesso às medalhas.

Adriano Gomes, terminou em 3º lugar na prova do Martelão M85 com 8,28m ficando a 22cm dos 8,50m exigidos para ter direito à medalha de Bronze. No entanto, os juízes não se aperceberam do facto e chamaram-no ao pódio para receber a mesma. Após a cerimónia, Adriano Gomes constatou que não tinha feito a marca mínima exigida e por iniciativa própria foi devolver a medalha à organização que ficou deslumbrada com este comportamento honesto e honrado respeitando as regras da competição e decidiu no local que seria Adriano Gomes a receber o Prémio de Fair Play respeitante a 2010.

Segundo Dieter Massin, presidente da EVAA, “foi o troféu mais fácil atribuir de sempre, Adriano Gomes encarna o espírito que se pretende nos Campeonatos Master em que se deseja além da amizade entre os participantes, premiar o mérito e valor desportivo”

Quem é Adriano Gomes?

Adriano Gomes nasceu a 10 de Janeiro de 1923, em Sacavém, Lisboa. Passou a infância na quinta dos avós em Sacavém e mudou-se para Lisboa aos 10 anos para concluir a 4ª Classe. Aos 11 anos, concluiu o ensino primário e começou a trabalhar no Restaurante dos pais deixando a escola.

Com 15 anos, leu no jornal que o S.L. Benfica ia organizar uma prova de captação de Atletismo para formar uma equipa de Corta-Mato e decidiu participar, Adriano acabou em sexto entre mais de 40 participantes. Acontece que na época, só a partir dos 18 anos se podia federar os atletas, mas os treinadores do Benfica convidaram-no desde logo a entrar no clube e manter-se a treinar esses três anos até poder participar em provas oficiais, tendo-se tornado sócio do Benfica em 1939.

Aos 18 anos, em 1941, Adriano pôde finalmente fazer a sua estreia oficial, e nessa conseguiu um segundo lugar na prova de 700m, obtendo a sua primeira vitória na estafeta de 3x700m realizada no dia seguinte. No mesmo ano, ganhou os seus primeiros títulos nacionais no Campeonato Nacional de Principiantes, aos 1000m e na estafeta 3x1000m.

Com 21 anos entrou no serviço militar de onde saiu após 10 meses devido a bom comportamento e com dois louvores. Sempre a trabalhar com os pais no restaurante, Adriano continuou a sua carreira como atleta, tendo sido internacional pela primeira vez, num encontro Portugal vs. Bélgica sendo seleccionado para competir em 800 e 1500m.

Com 30 anos tirou um curso de massagista e começou a trabalhar no Atletismo do Benfica como tal, a par da sua actividade atlética. Aos 33 anos, passou para a secção de Hóquei em Patins e deixou de ter tempo para poder treinar atletismo retirando-se da modalidade. Foi recordista de Portugal da Estafeta Olímpica (800-400-200-100) com Matos Fernandes, Eugénio Euleutério e Tomás Paquete, tendo Adriano Gomes corrido os 800m. Foi Campeão Regional e Nacional várias vezes, tanto individual como colectivamente representando sempre o S.L. Benfica e representou Portugal e Lisboa em competições internacionais.

Após sair do Atletismo, manteve-se activo e continuou a representar o Benfica em Andebol e Râguebi, modalidades onde também conquistou títulos de Campeão Nacional e Regional. Entretanto, passou também a ser o massagista oficial da Selecção Nacional de Hóquei em Patins e foi ganhando fama na sua profissão.

Em 1958, por indicação de um médico do S.L. Benfica, Adriano Gomes foi convocado para tratar uma estrela internacional de Ballet inglesa que se encontrava lesionado e com contracto com a Fundação Calouste Gulbenkian. Adriano conseguiu com que o bailarino pudesse actuar e fez de tal forma um bom trabalho, que foi convidado pessoalmente pelo Dr. Azeredo Perdigão, o presidente da Fundação Gulbenkian, para começar a trabalhar nesta. Adriano tornou-se assim no único massagista responsável pelas equipas de Ballet Clássico e Moderno da Fundação Calouste Gulbenkian.

No entanto, nunca deixou de lado as suas paixões, o Atletismo, o Hóquei e o Benfica. Nas férias e tempos livres esteve sempre disponível para ajudar. Em 1976 foi gratuitamente o massagista da equipa de ciclismo do Benfica, em que o ciclista encarnado Firmino Bernardino venceu a Volta a Portugal em Bicicleta. Graças a isso e ao longo historial de bons serviços prestados ao clube, o Benfica reconheceu-o como sócio de mérito com lugar cativo vitalício. Actualmente é o sócio nº 207 do clube.


Entretanto, em 21 de Novembro de 1969, vários antigos atletas, entre os quais Adriano Gomes, tinham fundado o Clube de Veteranos de Atletismo, precursor da Comissão de Veteranos e da actual Associação Nacional de Atletismo Veterano, em que o principal objectivo era organizar provas para veteranos e Adriano, com 46 Anos voltou assim a correr e nunca mais parou até hoje aos 88 anos! Como veterano experimentou todas as disciplinas do atletismo.

Adriano participou nos primeiros Campeonatos Europeus de Veteranos, em Viareggio, Itália, em 1978 e desde então marcou presença em mais 10 Europeus de Ar Livre, 7 Campeonatos do Mundo de Ar Livre, 4 Europeus de Pista Coberta e 3 Mundiais de Pista Coberta. Tendo no total ganho 3 medalhas de Ouro, 14 medalhas de Prata e 11 de Bronze, de entre elas destaca-se o título de Campeão Europeu de 2000m obstáculos M75, obtido em Cesenatico 1998 e as primeiras medalhas em Verona 1988 com bronze nos 800 e 1500m M65.

Em 2006, com 83 anos de idade, Adriano Gomes foi operado a uma hérnia inguinal e teve uma recuperação demorada, passando a ter dificuldades em correr como antes, no entanto não deixou o atletismo e embora continuando a correr, também se dedica agora aos lançamentos. Em 2009, o Benfica decidiu constituir uma equipa master de Atletismo e Adriano foi o primeiro a inscrever-se podendo voltar a competir de forma oficial pelo seu clube novamente."

domingo, 16 de janeiro de 2011

semana de treino de 10 a 16 de Janeiro

Boas,
Esta semana não correu nada bem, demasiado cansado toda a semana para que os treinos corressem bem, tentei nos últimos quatro dias fazer uma dieta de descanso para que hoje os 3000m do Campeonato Regional de Inverno de Lisboa, pudessem servir para aferir do quanto me falta para o meu objectivo de Março (e eu sei que me falta muito…). No entanto depois de um aquecimento tranquilo, aos 200m de corrida, contractura na perna esquerda, não no gémeo como habitualmente, mas um pouco mais abaixo.
Esta é daquelas semanas que são importantes para um corredor, testam a nossa resistência mental!

Resumo da semana:
Segunda: 30´natação
Terça: 60´cc
Quarta: T: 20´cc + 6 x 400m p: 100m a trote
Quinta:
Sexta: 20´cc + 4x 200m p: 100m a trote + 2x800m p:200m a trote + 4x 200m p: 100m a trote
Sábado: 15´cc + 4 rectas
Domingo: 15´cc + 200m!


Bons treinos!

domingo, 9 de janeiro de 2011

semana de treino de 3 a 9 de Janeiro

Boas,
Esta semana correu bem, apesar de começar a semana cansado e de na quarta feira ter ficado desiludido com as séries de 1000m. Na sexta as repetições de 200m deixaram-me boas sensações. Hoje uma prova de 6km, para ganhar ritmo, com muitas subidas e descidas, em que deu para ver que ainda não consigo sofrer em competição…

Resumo da semana:
Segunda: M: 25´cc T:30´natação
Terça: M: 25cc + T: 40´cc
Quarta: T: 20´cc + 4 x 1000m p: 400m a trote (3´32/3´37/3´41/3´40)
Quinta:
Sexta: M: 25´cc T: 20´cc + 8x 200m p: 100m a trote (39/37/36/36/35/34/34/34)
Sábado: 20´cc + 4 rectas
Domingo: 20´cc + 6k + 15´cc


Bons treinos!

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

semana de treino de 27 de Dezembro a 2 de Janeiro

Boas,

Depois das boas sensações da S. silvestre de Lisboa, animei e apesar de ser uma semana de recuperação, acabei por fazer alguns treinos interessantes… acabando a semana bastante cansado. Eu sei que o segredo do treino está na recuperação, mas é algo que é mais forte do que eu, enquanto dá, massacra-se o corpo, depois logo se vê… Bom, o importante é ir mexendo o corpo…

Resumo da semana:
Segunda: M: 25´cc T:30´natação
Terça: M: 40´natação + T: 30´cc
Quarta: T: 20´cc + 6x600m p: 200m a trote
Quinta: 30´cc
Sexta: 50´cc
Sábado: 20´cc + 10x 150m (rampas) + 5´cc
Domingo: M: 60´cc T:30´cc


Bons treinos!